Pages

Wednesday, September 08, 2010

Making of - Sobreviventes do Césio em formato JL

Foi realmente um desafio tornar a escrever sobre o acidente com o césio 137. Da primeira incursão no tema, em setembro de 2007, lembro-me da intensidade das entrevistas – “como elas mexiam comigo” -, do meu envolvimento com os personagens e da dúvida que insistia em me atormentar. “Eu estava fazendo jornalismo ou contando histórias? Carla, Carla, os outros jornais não estão cobrindo dessa maneira. É melhor você ir atrás de dados mais técnicos, números, pesquisas”, enfatizava o meu ego (no sentido que Jung dá ao termo) toda vez que eu teimava em nadar contra a corrente da pirâmide invertida. Mas o respaldo que tive do meu editor na época me fez seguir adiante – hoje posso dizer que, usando os conceitos da Jornada do Herói, ele foi um grande aliado. Ou talvez o guardião do limiar. Foi preciso passar por este ‘teste’ para adentrar num mundo ainda desconhecido, mas que se aproximava de mim. Em menos de cinco meses, eu entraria na aventura: conheceria o mundo do Jornalismo Literário.

Como foi bom descobrir novas possibilidades e perceber que podemos sempre trilhar um caminho de aprendizado e de aperfeiçoamento. Saber que histórias de vida podem, sim, fazer parte dos relatos jornalísticos. Que leituras como Gay Talese e Eliane Brum nos inspiram a ter criatividade. Que um cara chamado Jonh Hersey, com um ponto de vista diferenciado, fez “a matéria” do século 20, capaz de gerar uma faísca do pensamento produtivo – segundo especificações do psicólogo Dante Moreira Leite - na sociedade. Narrativa de transformação, jornalismo de transformação, jornalista em transformação.

Com todo o instrumental, dicas de leituras, conselhos, textos, “terapias coletivas” (rs) oferecidos pelos professores da Academia Brasileira de Jornalismo Literário (ABJL) foi possível iniciar a transposição de obstáculos para se alcançar um jornalismo de profundidade. Durante o percurso, um estímulo do professor Edvaldo Pereira Lima: retomar o assunto do césio, amparada nos recursos do JL.